Será que preciso de um adestrador?

Você já se perguntou alguma vez se você precisa da ajuda de um adestrador? Então esse artigo é para você! Se você se identificar com pelo menos 1 das seguintes frases, então você precisa da ajuda e da orientação de um adestrador profissional de cães.

42 SINAIS
QUE INDICAM QUE
VOCÊ PRECISA DA AJUDA
DE UM ADESTRADOR

Você acredita e repete pelo menos uma das frases em amarelo:

1. Meu cachorro é burro.

2. Meu cachorro é teimoso.

3. Meu cachorro é desobediente.

Essas 3 frases são muito parecidas, e as três são consequência da mesma coisa: o desconhecimento do dono.

Imagine o seguinte: você está no Japão e dizem para você: Omizu wo kudasai.

Bom, falaram uma frase para você. E agora? Sabe o que significa? Darei uma dica, estão pedindo algo a você, então, você tem que fazer uma ação. Mas, o que estão pedindo? Qual ação você tem que fazer? Não sabe, né? Como você ficou assim, parado e com cara de estranheza, algumas das pessoas que estavam com você começaram a rir de você, outras ficaram com raiva e no final, está todo mundo dizendo que você é burro, teimoso e desobediente, pois é uma falta de respeito desobedecer um pedido direto de um superior no trabalho. 

Você acha justo que chamem você dessas coisas sendo que ninguém ensinou o que significa ‘Omizu wo kudasai’? Não é justo. Você não é burro. E acontece a mesma coisa com seu cachorro. 

Se você está vendo burrice, teimosia ou desobediência no seu cachorro, você não está vendo a realidade. A realidade é que seu cachorro não entende. Você precisa ensinar.

O que você faria para aprender japonês? Contratar um professor de japonês, e que também entenda seu idioma. Você precisa fazer a mesma coisa com seu cachorro. Contratar um professor de cachorros, um adestrador.

Você começará a ver a realidade. Você começará a entender. Com o professor de japonês, você começará a aprender japonês. Com o adestrador, você começará a entender seu cachorro, e seu cachorro começará a lhe entender. Quando isso acontecer, você vai perceber que eu cachorro não é burro nem nada assim. E você que precisa aprender mais sobre ele e seu comportamento. Portanto, você precisa de um adestrador para enxergar a realidade e criar uma via de comunicação com seu cachorro.

4. Meu cachorro é agitado.

5. Meu cachorro é louco.

6. Meu cachorro é descontrolado.

Acaso você não seria assim se ficasse sem estímulos? Sem seu celular? Nós vivenciamos algo muito parecido no início da pandemia, e que foi vivenciado na Espanha e na Itália de uma forma mais forte. A quarentena obrigatória. Na Espanha, as pessoas em todo o país foram obrigadas a ficar em suas casas sem poder sair, com permissão apenas para o trabalho e ir no supermercado. Você precisava levar um justificante indicando onde você ia, caso a polícia parasse você. Pessoas estavam sendo presas apenas por sair de suas casas.

E os memes começaram a aparecer. As pessoas ficaram estressadas, angustiadas, agitadas, loucas, descontroladas… e até agressivas, como, por exemplo, insultando mães a gritos, mães que precisavam sair com seus filhos autistas (e com permissão para isso). 

Mas vários memes interessantes apareceram, como, por exemplo, pessoas dizendo que estavam tão estressadas que subiam pelas paredes, ou, “Agora entendo por que meu cachorro corre em direção à porta sempre que ela abre (pois a pessoa está com o mesmo desejo de sair correndo)’.

Uma vida presa em casa não é vida. Não importa que você tenha tudo em casa, comida, água, amor. Você vai ficar estressado e ansioso.

Mas não é apenas sobre sair. Precisamos de estimulação diária. E cachorros também. Treinar é uma forma de dar esse enriquecimento até tal ponto que a maioria dos meus clientes sempre me dizem que o cachorro fica mais calmo após uma sessão de treino, e que além disso, no geral, o cachorro está ficando mais calmo.

Então, você precisa de um adestrador porque essa agitação do seu cachorro não é seu verdadeiro cachorro. Esse descontrole ou loucura, mesmo que você tenha um cachorro de uma raça ativa, não é seu verdadeiro cachorro. Assim como as pessoas sofrem e ficam estressadas sem podem sair de casa ou ante a falta de estímulos, seu cachorro também. A falta de uma via de comunicação também gera ansiedade no seu cachorro, que, muitas vezes, pode não saber bem como se comportar. Você precisa de um adestrador para reduzir esse estresse e sofrimento interno, e construir uma via de comunicação com seu cão.

7. Meu cachorro é dominante.

Normalmente, as pessoas que dizem isso, é como se estivessem dizendo, “Meu cachorro é assim mesmo. Ele não tem solução’. Quando isso, está muito longe de ser verdade. A dominância é algo tão abstrato que nem os adestradores nem os cientistas ficam de acordo na sua definição ou identificação. Alguns profissionais vão dizer que seu cachorro é dominante porque ele fez o comportamento x. Outros vão dizer que é submisso por causa do comportamento y. E no final, você vai ver diferentes pessoas brigando entre elas porque seu cachorro é supostamente dominante e submisso ao mesmo tempo.

Isso aconteceu comigo. Alguns profissionais já me falaram que Duna é muito dominante e outros que Duna é muito submissa. Como você pode ver, falar em dominância é um termo inexato, impreciso e que não nos conta nada sobre como o cachorro é realmente.

Em vez de desculpar os comportamentos do seu cachorro com dominância, vamos usar outras palavras para explicar o que realmente está acontecendo. Vamos analisar a linguagem canina, a emoção que está atrás do comportamento, identificar os gatilhos que provocam esse comportamento, e também, qual o objetivo desse comportamento?

Por exemplo, um cachorro que avança, rosna e briga com outros cachorros. Nada sério. Nunca mordeu ninguém. Ele faz barulho de verdade. Mas é uma situação que acaba dando um susto nas pessoas. Por que ele faz isso? Talvez esse cachorro tenha sido atacado no passado. Portanto, uma emoção negativa ficou associada ao evento. Ele tem medo de ser atacado novamente. Portanto, mostra um comportamento agressivo para pedir espaço aos outros cachorros, para evitar que se aproximem e que se tomem confianças demais com ele. Pois ele não quer mais saber sobre cachorros. Ele não confia. Ou seja, é um comportamento inseguro. 

Analisar o que realmente está acontecendo é muito mais eficaz do que rotular com uma palavra que não nos diz nada. Você precisa de um bom adestrador para entender o comportamento que você acreditava ser dominância. Apenas um bom adestrador pode fazer essa análise e criar o plano de treino para começar a resolver as questões do seu cachorro.

8. Meu cachorro não consegue aprender nada / Não consigo ensinar nada ao meu cachorro.

Você precisa de um adestrador para analisar o porquê isso está acontecendo. Porém, tenho certeza que isso se deve a algum dos seguintes fatores:

– A dono não sabe como os cães aprendem

– O dono não sabe o que é condicionamento clássico nem operante

– O dono não sabe o que é um sinal de acerto, clicker, nem como se usam

– O dono não sabe o que é timing

Poderia continuar enumerando, mas esses são os mais comuns. 

Como os cães aprendem? Se você está tentando ensinar um monte de comandos ao mesmo tempo, você já começou errado. Cães aprendem um comando por vez. Ou seja, você precisa ficar apenas num comando durante vários dias.

O clicker é um marcador ou sinal de acerto. Serve para indicar ao animal que ele fez a coisa certa, que ele fez o comportamento que estávamos esperando dele, ou seja, que ele acertou. Porém, o clicker não é nenhum controle a distância e ele não tem nenhum significado no início. Somos nós que temos que ensinar os ignificado. Quando isso acontecer, temos que ter bom timing, ou seja, clicar no momento certo. Por exemplo, se estivermos ensinando nosso cachorro a sentar, temos que clicar justo no momento que ele coloca a bunda do chão, e não 10 segundos depois disso acontecer, senão, o cachorro não entenderá por que está sendo reforçado. E pior! Se no momento que você clicar, seu cachorro emitir outro comportamento, por exemplo, latir, seu cachorro pensará que latir é o comportamento que você quer.

Como você vê, sem conhecimentos nem orientação, você não vai conseguir ensinar nada ao seu cachorro. Você precisa dos conhecimentos e da ajuda de uma adestrador. Ele lhe irá guiando no caminho, de uma forma fácil e simples, para você conseguir ensinar coisas ao seu cachorro.

9. Meu cachorro me desobedece para me chatear.

10. Meu cachorro sabe muito bem o que está fazendo.

11. Ele sabe o que é certo, e mesmo assim, faz o que quer.

Se você pensa assim ou acredita em alguma dessas frases, você precisa de um adestrador com urgência! Você precisa aprender muitas coisas. Como os cães aprendem, como os cães vêm e interpretam o mundo, e leia o texto das frases “meu cachorro ‘burro/teimoso/desobediente”, porque a explicação também se aplica aqui. 

Seu cachorro não quer lhe chatear. O que seu cachorro menos quer é lhe chatear. Ele não sabe o que está fazendo. E ele não sabe o que é certo. Ele apenas faz o que foi reforçado a fazer.

Se ele estiver entediado e pega suas sandálias, ele não isso para lhe chatear. Ele faz isso porque está entediado e você dá atenção a ele. Essa atenção é reforçadora. Esse tipo de comportamentos se resolvem satisfazendo as necessidades dos cães. E criando uma via de comunicação com ele para poder comunicar com clareza o que é que você e o que é que você não quer.

Por exemplo, imagine que você está no Japão, num restaurante e você coloca os pauzinhos clavados na comida. Você fez isso sem saber. Mas esse comportamento é uma absurda falta de respeito. Só tem uma forma de você descobrir isso, aprendendo o idioma d outro, podendo se comunicar. Com os cães também acontece. 

Você pode falar que você dá bronca e mesmo assim ele não aprende. Tudo tem uma explicação que você não está enxergando, porque você não tem os conhecimentos suficientes para enxergar. Isso está relacionado com como os cães aprendem. Para começar, eles não entendem broncas. E segundo, não é assim que se aplica uma punição num cachorro para diminuir um comportamento. O a punição precisa ser dada no exato momento que o cachorro cometa o comportamento errado. Se demorar alguns segundos, já era! Seu cachorro vai ter dificuldades para entender o motivo da punição. Porém, existem outras formas de resolver o mesmo problema.

12. Meu cachorro é tão inteligente que não preciso ensinar nada.

Lamento informar que os cachorros não aprendem sozinhos. Se você não ensinar nada, ele acabará fazendo comportamentos errados, pois esses comportamentos são os que acabamos ensinando mesmo não percebendo! Se você não ensinar qual é o comportamento certo, você estará ensinando qual é o comportamento errado. Além do mais, cães inteligentes são os que mais precisam de estimulação cognitiva, é sério que você vai ignorar as necessidades do seu cachorro? As consequências disso, como já falei, são comportamentos errados. Se você não estimular mentalmente seu cachorro, ele procurará sozinho o que fazer, como roer sandálias, morder paredes, pegar a roupa do varal, latir para barulhos e muito mais.

13. Sempre tive cachorro e sempre ensinei assim.

14. Meu cão é difícil de educar.

Muitos donos chegam em mim falando coisas como que sempre tiveram cachorro e nunca precisaram de um adestrador, PORÉM, agora eles têm um cachorro que não conseguem educar como sempre educaram.

Ter cachorro é como uma loteria. Você pode ter a sorte de ter um bom cachorro e que consegue deduzir o que você quer mesmo sem nunca ter ensinado realmente. Porém, essa sorte não dura para sempre, pois a maioria dos cachorros não é assim. A grande maioria dos cachorros precisam ser orientados corretamente. Se o humano não souber se comunicar com o cachorro, ou se ele ignorar a comunicação canina, ou as necessidades caninas, o cachorro tem altas chances de desenvolver problemas de comportamento ou transtornos, como ansiedade.

Um cachorro é difícil de educar para um leigo, apenas para alguém que não sabe nada sobre cachorros. Quando a você só tem desconhecimentos, tudo parece difícil, porque ela não ter os recursos necessários para lidar com a situação. O que você acha de começar a mudar isso? Se a ignorância é o que lhe faz mal, o que fazer para mudar a situação? Aprender. Contrate um adestrador para lhe ensinar.

15. Os cães só precisam de amor.

Uma grande equivocação. Não é apenas amor. Um cachorro obeso não é um cachorro feliz. É um cachorro em sofrimento. 

Ter um lar e uma caminha, porém, não ter interação social, estimulação cognitiva, enriquecimento ambiental, passeios frequentes, brincadeiras, momentos de qualidade com o dono, e muito mais, o cachorro sofre. Amar é satisfazer as necessidades. Só dar amor não adianta. É necessário satisfazer as necessidades dele e respeitar o espaço dele. Você entende quando ele lhe fala quando não quer um abraço? Cães se comunicam. Você entende seu cachorro ou ele só serve para suprir suas carências afetivas? 

16. Cachorros obedecem para satisfazer os donos.

17. Ele só obedece com petisco.

18. Meu cachorro só obedece com bolinha (ou outro brinquedo).

Se a frase 16 fosse verdade, os adestradores não existiriam. Os cães não obedecem para satisfazer os donos, mas porque eles têm algo a ganhar, ou porque querem evitar uma situação.

Os elogios não são um reforço suficiente para seu cachorro. Assim como também não são para você nem para a maioria das pessoas. As pessoas trabalham para receber um salário em dinheiro, e não para receber elogios. O elogio pode até fazer parte e ser um elemento motivacional-emocional, mas ele sozinho não é suficiente, especialmente quando os cães estão aprendendo, na fase inicial. As pessoas vão trabalhar porque vão ganhar algo que elas querem. E os cachorros obedecem porque vão ganhar algo que eles querem.

Mas o adestramento não é apenas dar petiscos ou bolinhas. Se você estiver preso nesse estágio é porque você precisa de um adestrador. Adestrar é ensinar seguindo os passos de uma metodologia. Não é fazer as coisas por intuição ou porque você acha que é assim. É por isso que você está preso. Se você não pedir ajuda, você continuará preso. Existe uma metodologia e um passo a passo para fazer o cachorro obedecer mesmo sem petisco na mão, mesmo na rua. 

Contudo, uma coisa importante é acreditar no adestrador. Não adianta o adestrador lhe falar o que você tem que fazer e você só colocar desculpas falando “Ah, mas não vai funcionar”. Ele ou ela é o adestrador. Você é o leigo que precisa da ajuda. Mesmo que você ache que não vai funcionar, você faz mesmo assim. Porque você não tem conhecimentos suficientes para entender realmente o que funciona e o que não funciona. Mesmo que você tenha razão, é o profissional que está analisando a situação. Sua função é fazer as tarefas para conseguir superar a situação. Se você não acreditar no profissional que você contratou, ou pior, se você não fizer os exercícios, então, aí realmente nada vai funcionar. Você precisa confiar.

19. Estou travado nos treinos. Não consigo evoluir.

A frase fala por si só. Que tal contratar alguém com mais conhecimentos e experiência que você? E assim, finalmente, evoluir? Sempre funciona!

20. Meu cachorro entende tudo o que eu digo.

21. Meu cachorro entende quando dou bronca nele.

22. Ele não me olha quando falo (ou quando dou bronca nele).

Você entende isso: “Omizu wo kudasai.” ?

Por que você não entende essa simples frase? Supostamente os seres humanos falam japonês, e chinês, e alemão, e coreano, e italiano, e grego, e ruso, e inglês, e francês… Você não entende? Como assim? Como é? Que você não aprendeu esse idioma? Que ninguém ensinou esse idioma para você?

Também nunca ninguém ensinou português para seu cachorro. Se você nunca ensinou português, então seu cachorro não vai lhe entender.

Além disso, cachorros são uma espécie diferente. Não é natural para eles ficar olhando nos olhos das pessoas. Isso é um gesto ameaçador. E quando você está dando bronca, eles olham para outro lado porque isso em linguagem canina significa “Acalme-se. Tenho medo. Não entendo por que você está assim. Preciso me acalmar e lhe acalmar.”

23. Ele é muito bruto, especialmente brincando.

24. Ele me morde ou machuca sem querer.

Quando os cães não têm as necessidades satisfeitas e quando não sabem se comunicar, isso é o que acontece. Chame um adestrador para analisar sua situação e lhe ajudar a criar uma via de comunicação com seu animal. 

25. Quando vou dar bronca, primeiro chamo o nome dele.

E esse é o motivo que faz os cachorros passarem a desobedecer quando são chamados ou a gerarem desobediência. Que tal chamar um adestrador para lhe ajudar?

26. Ele não sai ou quase não sai para passear.

27. Ele puxa muito durante o passeio.

28. Meu cachorro não tem uma rotina.

29. A comida sempre fica disponível para ele.

30. Ele rosna.

31. Ele mostra os dentes.

Quando as necessidades dos cães não são supridas, aparecem problemas, distúrbios e transtornos. Erros na comunicação humana-canina também produzem isso. Por exemplo, se você não passeia seu cachorro, o passeio passa a ser um grande estímulo reforçador. Ele ocasiona uma emoção positiva tão forte que ele não quer passear tranquilo e devagar. O que ele quer é correr! Além do mais, essa situação pode gerar ansiedade.

A falta de rotina também é um forte ocasionador de estresse e ansiedade nos cachorros. Tudo deve ser regrado e previsível. Isso gera calma nos cães.

A comunicação também é a chave para evitarmos situações desagradáveis. Você precisa contratar um adestrador para solucionar tudo isso.

32. Ele late muito.

33. Ele late ou avança em pessoas, crianças, corredores, bicicletas.

34. Ele já mordeu alguém.

35. Ele tem medo de alguns estímulos, como cães ou pessoas.

Isso chama-se reatividade. A reatividade é uma reação exagerada ante um estímulo. Alguns cães podem ter reatividade por frustração, ou por medo, e ter uma resposta ativa como latir, avançar, ou inclusive choramingar. Um medo exagerado ante determinado estímulo também é reatividade, mas sua resposta é evitar o estímulo a tudo custo. 

Um cão reativo é um cão que precisa a lidar com o ambiente. Até o cachorro que tem uma resposta agressiva tem o medo como emoção de fundo. Devemos ensinar a ele que os estímulos que ele teme não são perigosos. Ensinar a ele que não é assim que ele vai conseguir aproximar-se do estímulo, ou fazer o estímulo desaparecer, de acordo com as preferências do cachorros. Devemos ensinar a forma correta de se comportar. 

Existem muitas técnicas para fazer isso. Eu começo o trabalho com contracondicionamento e dessensibilização sistemática. Após isso, começa o trabalho de habituação, sem petiscos nem punições. Essa é a forma mais rápida de se conseguir resultados. E se você quer fazer isso bem e garantir o sucesso, você precisa da ajuda de um adestrador, porque você não vai conseguir fazer isso sozinho. São necessários conhecimentos como leitura da linguagem do animal para saber se ele está pronto ou não para passar ao próximo estágio.

36. O comportamento errado do meu cachorro é só uma fase. Isso passa.

37. Ele é assim.

Continue pensando assim e você acabará com um comportamento irreversível. Já vi muito isso. Você nem imagina a quantidade de pessoas que se arrependem de deixar o problema para depois. O que você acha de mudar sua mentalidade? O que você acha de parar de negar o problema, parar para enxergar a realidade e chamar alguém qualificado para lhe ajudar?

38. Há 3 meses que está com esse comportamento.

39. Há 6 meses que está com esse comportamento.

40. Há 1 ano que está com esse comportamento.

Continue deixando para depois e você vai se arrepender. O momento certo para chamar o adestrador é assim que o problema aparece. Mesmo que seja minúsculo. Esse é o momento certo! Impedir a aparição de problemas, ou extinguir um comportamento que acaba de aparecer é muito mais rápido do que extinguir um comportamento reforçado há meses. Quanto mais você prolongar o problema, mais tempo você ficará preso a um adestrador. Quem sabe meses… ou anos.

41. Meu cachorro nunca mordeu ninguém.

Minhas cachorras também não. E a maioria dos cachorros dos meus clientes também não. Eles estão agindo corretamente: Chamando um adestrador para aprender a educar o cachorro do jeito certo e evitar a aparição de comportamentos indesejados. 

Se você chamar um adestrador quando seu cachorro morder alguém, na minha visão, você passou dos limites. Por que você adiou tanto tempo o problema? Agora você ficará preso ao adestrador por muito tempo. Se você não quer isso, pare de negar a existência do problema e chame alguém antes de a situação piorar.

42. Já tentei de tudo e nada funcionou.

Disse o leigo, sem grandes conhecimentos na área, que praticamente não tentou nada na verdade, e o que tentou, fez do jeito errado. Você nem imagina a quantidade de técnicas de modificação de comportamentos existem. Quantas você consegue enumerar? 3? 1? 0? Existem muito mais. Se você não sabe quais são, então você não tentou de tudo. Sabe o que é timing? Provavelmente seja o motivo pelo qual o que você tentou não funcionou. Que tal chamar um adestrador?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close